RÁDIO VITÓRIA GOSPEL - A MELHOR RÁDIO GOSPEL DO BRASIL: Não se esqueça da insistência

PLAYER ALTERNATIVO

.

Não se esqueça da insistência

Não basta orar. É preciso orar com insistência. Pelo mesmo assunto ou por outros. A insistência é como um teste que coloca em evidência a firmeza de sua fé e a firmeza de seus propósitos. Se você ora uma vez e vai embora, isso significa relaxamento, desinteresse e superficialidade na oração. É para orar mais de uma vez, é para buscar mais de uma vez, é para bater à porta mais de uma vez (Mt 7.7-11).


Lembre-se das duas histórias que contei aos discípulos. Em ambas, procurei mostrar a importância da insistência. Se aquele homem que precisava de três pães para alimentar um amigo que tinha acabado de chegar de viagem não tivesse batido várias vezes à porta da casa do vizinho, seu pedido não teria sido atendido (Lc 11.5-8). Se aquela viúva injustiçada não tivesse procurado o juiz incrédulo e corrupto várias vezes para que ele lhe fizesse justiça, ela continuaria na mesma situação (Lc 18.1-8).

O momento certo do atendimento é da esfera do meu Pai, mas a perseverança da oração é da sua esfera. Não se esqueça da insistência.

— Preciso orar perseverantemente pelas mesmas necessidades ainda não supridas!


- Elben César
>> Retirado de Refeições Diárias com Jesus


Fonte: Ultimato
Fonte: RádioVitóriaGospel.com
OFERECIMENTO:


Um comentário:

  1. (um pouco da minha história!)♥♥♥Busco amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesma. Por ter sido moça, aos nove anos. Perder a virgindade aos doze. casar gravida e ser mamãe aos quatorze anos. Ter feito uma cirurgia de períneo aos dezessete anos por extremas nesse cidades, aonde o médico falou que levantou a bexiga. Aos vinte anos ter feito um Cesáreo com a laqueadura, hoje estou conhecida em muitos Países pela mulher Record Precoce. Desde a minha infância, tenho crise asmática, em 2008 fui atestada com transtorno misto depressão e ansiedade. Deus não olhou minhas enfermidades materialmente, nem espiritualmente e, estudei oito anos a Música sacra, aonde fui oficializada. Toquei por mais de três anos por graça e misericórdia de Deus em sua casa como Organista. Hoje só toco em minha casa por saúde frágil. Também algumas pessoas gostam de mim chamar de Repórter, por gostar de perguntar um pouco a mas do que outras pessoas. Uns mim chamam de Silvia por eu ter colocado um mini mercantil em minha casa, quando o meu esposo teve enfermo pela bebida e, um dos meus irmãos deu o nome ao mini mercantil de mercantil Silvia...05/12/2015

    ResponderExcluir