RÁDIO VITÓRIA GOSPEL - A MELHOR RÁDIO GOSPEL DO BRASIL: Fazer a vontade de Deus evita o erro e as consequências

PLAYER ALTERNATIVO

.

Fazer a vontade de Deus evita o erro e as consequências

Ao contrário dos seus antepassados, logo se desviaram do caminho pelo qual os seus antepassados tinham andado, o caminho da obediência aos mandamentos do Senhor (Jz 2.17b).
O livro de Juízes narra a vida do povo de Israel depois da morte de Josué. Naquele tempo, não havia mais um líder. Cada um vivia e fazia o que era da sua vontade.
Assim, na maioria das vezes o povo se desviava dos caminhos de Deus. Consequentemente, Deus o entregava nas mãos de seus inimigos. Quando os israelitas se viam em apuros, clamavam pela ajuda de Deus. Sendo misericordioso, Deus escolhia do meio deles um juiz, isto é, um herói que os livrava das mãos de seus inimigos. Depois de livres, em vez de aprender a lição, voltavam a cair no mesmo comportamento mau de antes. Por isso Deus permitia que fossem novamente controlados pelos inimigos. Em desespero, o povo pedia por socorro, e Deus mais uma vez escolhia um novo juiz para salvá-los. Depois de salvo, adivinhe o que o povo fazia? Sim, mais uma vez se desviava do caminho de Deus.

Esta era a vida do povo de Israel que o livro de Juízes quer destacar. Este ciclo repetitivo mostra a sua realidade naquela época. Se formos honestos, esse jeito lembra muito o nosso jeito como cristãos. Quando decidimos seguir a Jesus, tornamo-nos parte do povo de Deus. E muitas vezes repetimos o ciclo exemplificado pelo povo de Israel. Deixamos de fazer sua vontade. As consequências aparecem. Em meio ao desespero, clamamos a Deus. Ele, em sua misericórdia, envia ajuda. E quando tudo está bem de novo, em vez de aprender e corrigir os erros passados, voltamos a repeti-los. Acabamos confiando em nossa inteligência e capacidade, mas esquecemos que na maioria das vezes elas são governadas e enganadas pelo nosso egoísmo. Deus não quer que vivamos neste ciclo, mas que entreguemos a nossa vida e as nossas vontades em suas mãos. Somente assim podemos evitar as consequências dos nossos enganos. – DS

Fazendo a vontade de Deus, não evitamos apenas o erro, mas também as suas consequências.

Fonte: Transmundial
Fonte: RádioVitóriaGospel.com
OFERECIMENTO:


Nenhum comentário:

Postar um comentário