RÁDIO VITÓRIA GOSPEL - A MELHOR RÁDIO GOSPEL DO BRASIL: Casamento: modo de usar

PLAYER ALTERNATIVO

.

Casamento: modo de usar

Passamos tanto tempo observando se nos encaixamos na cama, se sentimos estalinhos no beijo, que deixamos de prestar atenção no que realmente importa; os valores.
Case-se com alguém que adore te escutar contando algo banal como o preço abusivo dos tomates, ou que entenda quando você precisar filosofar sobre os desamores de Nietzsche.


Case-se com alguém que você também adore ouvir. É fácil reconhecer uma voz com quem se deve casar; ela te tranquiliza e ao mesmo tempo te deixa eufórico como em sua infância, quando se ouvia o som do portão abrindo, dos pais finalmente chegando. Observe se não há desespero ou insegurança no silêncio mútuo, assim sendo, case-se.

Se aquela pessoa não te faz rir, também não serve para casar. Vai chegar a hora em que tudo o que vocês poderão fazer, é rir de si mesmos. E não há nada mais cruel do que estar em apuros com alguém sem espontaneidade, sem vida nos olhos.

Case-se com alguém cheio de defeitos, irritante que seja, mas desconfie dos perfeitinhos que não se despenteiam. Fuja de quem conta pequenas mentiras durante o dia. Observe o caráter, antes de perceber as caspas.

Case-se com alguém por quem tenha tesão. Principalmente tesão de vida. Alguém que não lhe peça para melhorar, que não o critique gratuitamente, alguém que simplesmente seja tão gracioso e admirável que impregne em você a vontade de ser melhor e maior, para si mesmo.

Para se casar, bastam pequenas habilidades. Certifique-se de que um dos dois sabe cumpri-las. É preciso ter quem troque lâmpadas e quem siga uma receita sem atear fogo na cozinha; é preciso ter alguém que saiba fazer massagem nos pés e alguém que saiba escolher verduras no mercado. E assim segue-se: um faz bolinho de chuva, o outro escolhe bons filmes; um pendura o quadro e o outro cuida para que não fique torto. Tem aquele que escolhe os presentes para as festas de criança e aquele que sabe furar uma parede, e só a parede por ora. Essa é uma das grandes graças da coisa toda, ter uma boa equipe de dois.

Passamos tanto tempo observando se nos encaixamos na cama, se sentimos estalinhos no beijo, se nossos signos se complementam no zodíaco, que deixamos de prestar atenção no que realmente importa; os valores. Essa palavra antiga e, hoje assustadora, nunca deveria sair de moda.

Os lábios se buscam, os corpos encontram espaços, mas quando duas pessoas olham em direções diferentes, simplesmente não podem caminhar juntas. É duro, mas é a verdade. Sabendo que caminho quer trilhar, relaxe! A pessoa certa para casar certamente já o anda trilhando. Como reconhecê-la? Vocês estarão rindo. Rindo-se.

Curta mais o seu amor.


Por: Diego Engenho Novo
via Redes Sociais

Fonte: Guiame
Fonte: WWW.RADIOVITORIAGOSPEL.COM
OFERECIMENTO:



Um comentário:

  1. Todo mundo destaca coisas importantes num casamento, como: paixão, respeito, companheirismo, tolerância, fidelidade..., mas muitos se esquecem do principal “ingrediente” para um casamento feliz e longevo: DEUS!!! Aquele que é invocado no altar, quando são pronunciadas as palavras pelo padre/pastor: "o que Deus uniu não separe o homem" (Marcos 10:9).
    Casamento sem Deus é um risco; uma roleta-russa capaz de fazer muito estrago, causar muita tristeza e sofrimento. Por isso, dificilmente funciona bem quando os cônjuges deixam Deus de lado.
    O grande problema nos dias de hoje é que o casamento vem perdendo sua santidade. O secularismo tem transformado o matrimônio em uma simples experiência de viver juntos, sem grandes responsabilidades, uma formalidade que serve aos desejos de duas pessoas que querem "juntar os trapos" e ter uma relação "mundana" baseada na conveniência. Quando se tem noção de que o casamento é santo, há respeito. Hebreus 13:4 diz que: "digno de honra entre todos seja o matrimônio...".
    Deus não dá honra a todos os casamentos apenas porque os noivos dizem: "sim! Eu aceito!"; mas só àqueles que se casam "no SENHOR", e assumem o projeto de Cristo em suas vidas. Estes sim serão abençoados! Como é que Deus pode abençoar um casal que não têm uma vida de fé e prática verdadeiramente cristã?

    O casamento é uma invenção de Deus, criada e ordenada por Ele lá no Éden, entre um homem e uma mulher. Ele é uma bênção para a vida toda, quando convidamos Deus para permanecer conosco até a morte. O casamento simboliza não somente a aliança entre os noivos, mas principalmente uma aliança com DEUS, selada no Espírito Santo! Os noivos fazem votos entre si e promessas DIANTE DE DEUS (e dos convidados) que viverão de acordo com as ordenanças de Deus. Malaquias 2:14 diz: "porque o Senhor foi testemunha da aliança entre ti e a mulher da tua mocidade...".

    O casamento tem que ser do jeito que Deus planejou e não como a sociedade quer modificar, criar e impor. Se Deus não fizer parte do seu casamento, do seu lar, tudo será em vão. O Salmo 127:1 diz: "se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam".

    Pense nisso!

    ResponderExcluir