Como demonstrar mais apoio ao cônjuge - RÁDIO VITÓRIA GOSPEL - Quem Ouve Adora! Paranavaí-PR
  • ULTIMAS POSTAGENS

    terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

    Como demonstrar mais apoio ao cônjuge

    É preciso lembrar que: se eu desejo algo, meu cônjuge também tem seus desejos; se eu respeitar os desejos dele, ele respeitará os meus; se eu confiar nele, ele confiará em mim; se eu o valorizar, ele me valorizará.
    Olhe para seu cônjuge como ele é, independente de como você for, mas sabendo o que precisa fazer se deseja que ele faça o mesmo por você.

    Quem não quer deitar à noite e ter ao seu lado a pessoa que ama e sabe que pode contar? Ou acordar pela manhã, e a primeira visão que se tem é justamente essa pessoa ainda ao seu lado, independente se você se enrolou toda no cobertor ou se ocupou o maior espaço da cama, ou roncou a noite toda? E ainda olha para você toda descabelada, com mau hálito e sorri dizendo: "Bom dia, meu amor!"?

    Claro que todos desejam ter a sua cara metade, seu cúmplice, seu amante e amigo, seu protetor! Nascemos para viver aos pares e não sozinhos.

    Mas, é bom saber que a pessoa que você espera que represente tudo isso para você, também deseja uma pessoa como a descrita acima, e essa pessoa é você!

    O que você tem feito para ser a segurança de seu cônjuge?

    A vida é uma via de mão dupla, existe uma lei que rege toda ação causando uma reação.

    Portanto, se você deseja que seu cônjuge seja o que você espera para sua vida, seja você o que ele espera para a vida dele.

    Para validar o apoio em um relacionamento é preciso:
    Desejar.
    Respeitar.
    Confiar.
    Valorizar.
    Acima estão quatro verbos de ação, e são essas ações que irão alimentar o casamento, fortalecendo a união que a paixão atraiu e fazendo com que o amor se estabeleça definitivamente, dando força e estabilidade a ambos.

    Quando colocamos dessa forma, como verbos de ação, vamos perceber que tudo começa com o “Eu” e em seguida o “Tu”:

    Eu desejo. / Tu desejas.
    Eu respeito. / Tu respeitas.
    Eu confio. / Tu confias.
    Eu valorizo. / Tu valorizas.

    Percebe como essas duas primeiras pessoas se completam na conjugação desses verbos?

    É preciso lembrar que: se eu desejo algo, meu cônjuge também tem seus desejos; se eu respeitar os desejos dele, ele respeitará os meus; se eu confiar nele, ele confiará em mim; se eu o valorizar, ele me valorizará.

    Na sequência vem à pessoa “Ele”, ressaltando a importância da individualidade na união, essa pessoa representa tanto um como o outro. Apesar do casamento, da cumplicidade, somos seres distintos, o "Ele" existe em cada um de nós. Por isso, em alguns momentos da vida a dois, vamos precisar recuar e olhar desta forma:

    Ele deseja.
    Ele respeita.
    Ele confia.
    Ele valoriza.

    E só após conseguir ver dessa forma é que vem o “Nós”. A verdadeira união, a plenitude, o amor que transcende a qualquer coisa, seja ela boa ou má, duradoura ou não.

    Olha que lindo conjugar os quatro verbos nesta pessoa:

    Nós desejamos.
    Nós respeitamos.
    Nós confiamos.
    Nós valorizamos.

    Concluímos que não são somente esses os quatro verbos de ação necessários para demonstrar apoio ao cônjuge, existem tantos outros como: amar, colaborar, agradar, entre outros.

    Mas o segredo nisso tudo está em saber que sempre deverá começar por mim (EU), que é indispensável que exista a individualidade (ELE) para que culmine em cumplicidade (Nós).

    Olhe para seu cônjuge como ele é, independente de como você for, mas sabendo o que precisa fazer se deseja que ele faça o mesmo por você também.


    - Beth Proença Bonilha
    Fonte: http://familia.com.br/

    Fonte: www.RadioVitoriaGospel.com
    OFERECIMENTO:
    DARCY PRESENTES - PARANAVAI - PR


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Google+ Followers